Amadurecendo o Yôga

De Marilyn Galan,

Muitos de nós que praticamos yoga sabemos que é simplesmente prazeroso. Pergunte a um estudante de yoga por que ele começou a praticar, e ele poderá lhe dizer que ouviu de um amigo que era bom para aliviar o estresse no trabalho. Outra praticante pode dizer que ela apenas queria perder peso. E outro queria curar dor nas costas. Os benefícios do yoga não findam…

Mas, iluminação? Será que iluminação é realmente possível para pessoas normais?
Iluminação é uma maravilha. Nossas ideias de iluminação pipocam em nossa mente: onisciência, um sorriso permanente e uma presença mística. Sim, e não foi no Matrix, quando o herói do filme desvia de seus inimigos ao parar o tempo, em um estado iluminado? De algum jeito, essas ideias de iluminação parecem um tanto sobrenatural demais para a vida cotidiana. Sri Sri Ravi Shankar, fundador da Arte de Viver diz, “A iluminação é muito possível para o indivíduo comum. Sempre que alguém é normal, simples, inocente e natural, está sendo iluminado. ”

Conseguimos vislumbrar esse estado de espírito.

Na maioria das vezes, está tudo encoberto pelas tensões do dia-a-dia. Esse vislumbre é como quando surge, em nossa mente, a lembrança de um sonho de infância. “Escrever uma canção? Tocar guitarra e cantar? De jeito nenhum, eu nunca poderia fazer isso!” – Essas percepções negativas errôneas tendem a formar os conceitos que construímos sobre nós mesmos,impedindo-nos de estar em nosso estado natural.

E sim, eu admito que pulava pela casa tocando a raquete de tênis do meu pai como uma guitarra, você não?

Vislumbres de consciência

Quando um músico tem a inspiração para fazer uma nova música, ele sabe que só tem que confiar no processo. E isso pode ser um pouco assustador. Primeiro, umas poucas palavras se cristalizam em sua mente. Depois a melodia. Algum tempo passa e o músico se pergunta: “é só isso?” Lentamente, alguns acordes de guitarra soam de algum lugar invisível. O músico toca as cordas da guitarra seguindo as instruções invisíveis. Logo um rio de palavras começa a fluir, formando letras que rimam. O músico espera por cada palavra nova que se revela do espaço. E como se o tempo tivesse parado, uma nova música nasce.

Nesse estado, a mente está completamente no momento presente. Sri Sri Ravi Shankar descreve isso como “Tudo que é necessário é revelado a você de uma forma natural e espontânea. Você apenas senta e a música flui através de você.”

Yoga constrói o mistério
Praticar yoga é uma chance de dar uma pausa no dia agitado. Yoga redireciona nosso foco para o centro quieto dentro de nós mesmos. O mundo lá fora não parece importar muito quando você está se dobrando para frente, alongando-se para tocar os pés. Depois de todos aqueles alongamentos e exercícios de respiração, o corpo pode sossegar e entrar em meditação. Algo por dentro se acalmou e a mente relaxa. Retornamos à fonte da música.

Disciplina de yoga
Ao fazer um compromisso de comparecer no tapete de yoga todos os dias, podemos construir a nossa consciência neste estado relaxado. Os mesmos pequenos eventos e situações que costumavam nos incomodar tanto simplesmente não têm mais a mesma pressão. Através da yoga e meditação, podemos nos tornar mais conscientes dos pensamentos e emoções em nossa mente, e com mais frequência.

Amadurecendo no yoga
Com o prosseguimento da prática de yoga e meditação, é possível tornar-se mais constante nesta sensação de paz. O sentimento positivo que temos depois da yoga nos empurra para continuar indo em frente. Sri Sri diz: “A realização do conhecimento vai levar você ao espanto e à admiração. Mistérios são para serem vividos e não compreendidos. Iluminação é um estado de ser muito maduro e inabalável, em qualquer circunstância!”

Ana Luísa Paulo - Centro de Yôga

Ana Luísa Paulo – Centro de Yôga

Deixe uma resposta